quinta-feira, 8 de julho de 2010

Vida em empate


Depois de tanto renunciar essa vontade relutante de fazer um blog, decidi me render.Depois de tantos fotologs ultrapassados, escritos e abandonados, decidi ouvir meus amigos e é por isso que estou aqui, afim de utilizar como baú tudo o que sinto, passo ou ate não entendo. A pior parte disso é encontrar um nome que se encaixe por completo em mim... É algo bem próprio mesmo, sem precisar da aprovação de terceiros. Não me importo se acham que sou infantil, louca ou desesperada. Apenas sou eu na minha forma mais simples e condenada de mim mesma.

Um comentário:

  1. Como você consegue, me diga, como você consegue em tão pouco?

    ResponderExcluir